4 dicas para gerenciar – de forma responsável – o investimento do cliente

Tudo o que a gente mais ouve já há algum tempo é: “temos que fazer mais com menos”, “você tem que pensar fora da caixa”, “quero uma solução bem criativa”, “preciso de um curso urgente!”… e tudo isso parece tão contraditório, não é mesmo?

Mas, no fundo, todo cliente quer com todos esses pedidos é que a gente faça o melhor com aquilo que ele tem para investir e resolver uma necessidade de aprendizagem. E isso pode ser muita coisa:

– treinar toda a empresa, considerando que esse público compreende pessoas analfabetas e diretores formados em Harvard

– ter orçamento zero para treinar uma equipe estratégica

– atender uma demanda da entidade regulatória em tempo recorde

Então o que nós, designers instrucionais, podemos fazer para honrar o compromisso que temos com a experiência de aprendizagem dos alunos diante de cenários tão adversos?

Hoje vou te dar algumas dicas de como fazer o melhor uso dos recursos do seu cliente, vamos lá!

Use temas padronizados

Tenha alguns templates prontos no seu arquivo de roteiro, como: tela com texto e imagem, texto em duas colunas, exercício V ou F, exercício de múltipla escolha e por aí vai.

E mais: não perca tempo elaborando telas que estão presentes em todos os treinamentos, já tenha prontas as telas de finalização de curso, termo de confidencialidade e tela de ajuda.

Se você usa ferramentas de autoria faça da mesma forma, deixe templates prontos… se é que já não estão lá.

Pondo essa dica em prática você ganha tempo para investir em estratégia e otimiza o orçamento do cliente 😉

Applique já traz alguns templates prontos pra você

Um curso, diversas saídas

Procure pensar a estratégia do curso contemplando diversas formas de acesso (computador, tablet e smartphone) e garanta que a experiência seja preservada por meio de responsividade e desenho de telas que “caibam” em todos os dispositivos… sabe essa tela cheia de texto aí? Então, como seria passar por ela na tela do seu celular?

Dá uma olhada aí na ferramenta de autoria que você usa e veja como ela trabalha essa questão. Sei que no Captivate, por exemplo, você pode customizar cada tela de acordo com cada device. Outras ferramentas podem fazer isso automaticamente para todos os dispositivos.

Pensando nisso você otimiza o ROI desse curso garantindo alta adesão 😉

Fonte: softwareadvice.com

Ter bons parceiros

Se você optar por desenvolver seu curso em uma fábrica de conteúdo, tenha certeza de que você pode contar com parceiros e não com fornecedores.

Tem diferença? Ô se tem!

O fornecedor só se mexe depois que você assinar a proposta comercial; já o parceiro, esse está com você, escutando e propondo soluções antes de receber o cheque.

Poder contar com gente bacana e engajada fará com que você ganhe tempo – e já sabemos que time is money, né non?

Fazer um bom briefing no Levantamento de Necessidades de Treinamento

Sem dúvida alguma a melhor forma de gerenciar responsavelmente os recursos de seu cliente é entender suas necessidades, alinhar suas expectativas às condições reais do projeto (prazo, orçamento, desejos pessoas x necessidades corporativas)… para saber mais sobre isso, leia esse post sobre LNT.

Você tem mais alguma dica para compartilhar?

Vou adorar saber!

Bjs,

Soani


Gostou do conteúdo? Compartilha com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *