Equipe de produção de um e-Learning: quem faz o quê?

O desenvolvimento de um e-learning envolve muitas áreas de conhecimentos; algumas vezes muito desse trabalho está concentrado no DI, em outros casos é necessário o trabalho de toda uma equipe, com diferentes expertises.

Neste post trago os principais atores envolvidos no processo de produção de um e-learning e um pouco do que cada um faz, de forma bem resumida.

Equipe de produção de um e-Learning: quem faz o quê?
Fonte: Freepik

Gerente de Projetos

O GP é o responsável por garantir que o projeto está andando de acordo com o combinado, que nada fugiu do escopo, distribuindo as informações, acompanhando cronograma e entregas. Quando surgir um problema, o GP é o primeiro a sinalizar e comunicar a equipe, buscando soluções efetivas.

É o guardião do escopo, orçamento e cronograma.

Super poderes: proatividade, comunicação, negociação

Designer Instrucional

O DI está focado na solução de capacitação, em prover a melhor experiência de aprendizagem, seja elaborando o roteiro do curso ou avançando para o desenvolvimento com o uso de ferramentas de autoria.

Super poderes: comunicação, design instrucional, criatividade

Conteudista

Esse é o “dono” do conteúdo e vai trabalhar muito próximo ao DI, definindo objetivos de aprendizagem e os temas-chave que serão estudados.

Super poderes: conteúdo, comunicação

Ilustrador

Cria ilustrações que apoiarão o processo de ensino-aprendizagem (cenários, personagens, ícones, objetos…); essas ilustras podem ter vários traços de acordo com o perfil do público-alvo do curso, podem ser cartoons, realistas, técnicas e tudo o mais que a imaginação (e o orçamento) permitir.

Super poderes: criatividade, senso estético

Designer de Interface / de Interação

É o responsável por dar vida ao que foi desenhado no roteiro utilizando softwares específicos, desenvolvendo as animações e deixando o curso o mais amigável possível em termos de navegação.

Super poderes: atenção aos detalhes, propor soluções criativas

Designer Gráfico ou Web Designer

Essa pessoa vai pensar e viabilizar a identidade gráfica do projeto observado padrões de comunicação e estilo de acordo com o Manual da Marca da empresa cliente.

Super poderes: criatividade, senso estético

Programador

Realiza programações mais complexas de telas e exercícios e/ou fecha o pacote SCORM.

Super poderes: atenção aos detalhes, concentração

Quality assurance

O QA vem para garantir uma entrega de qualidade, testando todo o curso, sua navegabilidade, sua ortografia e sua coerência. Pode atuar em diferentes etapas do desenvolvimento (na criação do roteiro, no link de teste, na versão final do curso…)

Super poderes: atenção aos detalhes, comunicação

 

É preciso muita sinergia e comprometimento para a entrega de um e-learning, e isso faz com que cada entrega seja única.

Ficou alguma dúvida?

Comenta aí embaixo 😉

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *