Ferramenta de autoria: leia isso antes de escolher a sua!

Ferramentas de autoria são softwares que possibilitam ao Designer Instrucional a elaboração de cursos on-line com rapidez e qualidade. Elas podem estar na nuvem (cloud-based) ou instaladas em sua máquina.

Quando optar pelo desenvolvimento interno de cursos com uso de ferramentas de autoria

Talvez o principal ponto positivo para o uso de ferramentas de autoria seja o baixo investimento, em alguns casos o valor da licença anual corresponde a muito menos que o valor de um curso de 1h desenvolvido com os players do mercado.

Outro ponto é a agilidade no desenvolvimento; não é que leve muito menos tempo, mas o processo é mais enxuto, principalmente porque há uma equipe mais enxuta envolvida – em geral, o Designer Instrucional é responsável pelo processo do início ao fim.

Também é importante considerar a volatilidade do conteúdo. Pode ser que o texto sofra ajustes constantes, então é melhor desenvolver internamente com a ferramenta de autoria e, sempre que necessário, você pode ajustar o curso e publicar uma versão mais atualizada, sem precisar pagar ao fornecedor por cada ajuste implementado.

Pontos importantes a observar na escolha da melhor ferramenta de autoria

Preço

É importante? Muito! É o mais importante? Não!

Preste atenção se há custos “escondidos” na proposta, como: treinamento para o uso da ferramenta, uso do banco de imagens, layout personalizado, inserção de fontes, espaço no servidor etc.

Ambiente de homologação

Cheque a maneira como você vai proceder com a validação e homologação do curso: a própria ferramenta gera um link para que você compartilhe com o cliente ou você precisa subir o curso no SCORM Cloud?

Atualizações

É comum que as ferramentas que estão na nuvem sejam atualizadas periodicamente sem que você precise fazer nada para isso ou mesmo pagar por isso; já as ferramentas que ficam instaladas na sua máquina, em geral, quando têm uma nova versão, é preciso pagar para adquirir a mais recente. Considere isso no investimento que será feito.

Powerpoint

Pode ser interessante para você importar apresentações de PPT ou, até mesmo, desenvolver seus cursos no próprio PowerPoint. Se você tem facilidade com o PowerPoint em suas funções avançadas, pode ser uma boa ter o iSPRING, software que converte suas apresentações e fica instalado no próprio PowerPoint… mas fique de olho no formato dessa saída, se é Flash (então não vale a pena), se é HTML, se fecha o pacote SCORM…

Uma das vantagens do Captivate é que as animações do PowerPoint são preservadas… embora isso possa ser uma maldição também, por conta das orientações que você vai precisar inserir para o aluno navegar pelo curso.

Facilidade de uso

Considere a curva de aprendizagem do novo software, por exemplo: Captivate é uma ótima ferramenta, mas não é fácil de usar… a não ser que você use apenas para importar PPT, daí ele fica é caro mesmo…

Já usei algumas ferramentas e, sem sombra de dúvida, o Applique da Mobiliza é imbatível nesse quesito.

Apelo gráfico

Seu curso é muito mais que texto, sim? Então é importante verificar a qualidade gráfica, o acabamento do curso e isso inclui: animações, layout, banco de imagens, transição entre telas…

Possibilidades

Mais do que texto-imagem-avança você precisa que sua ferramenta te possibilite entregar mais ao aluno, por exemplo: vídeo interativo, infográfico animado, navegação não-linear… e, de preferência, sem despender muito tempo para essa produção.

Quizz e exercícios

Observe o que a ferramenta oferece em termos de construção de atividades: V ou F, múltipla escolha, ligue os pontos (há quem goste, particularmente acho infantil)…

Gamificação

A maioria das ferramentas de autoria permite a pontuação de elementos, mas existem algumas ferramentas que são baseadas em gamification permitindo a criação de avatares, badges, pontos, storytelling, ranking

Recentemente conheci duas soluções incríveis: a Talent Matching e a Keeps, recomendo fortemente que você entre em contato e conheça o que esse pessoal está desenvolvendo.

Elementos sonoros

Se você gosta de usar elementos sonoros nos seus cursos –  seja uma trilha branca, música de ambientação, efeitos sonoros, locução -, veja se a ferramenta de proporciona sincronizar esses elementos para causar o efeito desejado.

E mais, no caso da locução pode haver duas possibilidades: inserir arquivo de áudio ou a ferramenta te permitir gerar a narração diretamente nela; a segunda opção dá menos trabalho, mas fique de olho se a voz não fica robotizada.

Localização de textos

Para quem produz cursos em vários idiomas é bem importante observar como se dá a substituição dos textos; o ideal é que a ferramenta gere um arquivo de exportação/importação, como faz o Captivate.

Versão mobile

É provável que quase tudo – se não tudo – o que você está produzindo já esteja saindo para desktop e mobile, sim? Então fique de olho em como a ferramenta de autoria te ajuda com isso: deve ser uma construção só!

Simulação

Se você treina muito o uso de softwares, então simulação é uma questão importante para você, assim o aluno pode acessar um ambiente seguro para operar um sistema.

O ideal é que a ferramenta te possibilite capturar as telas do sistema, simulando a navegação… mas também é possível fazer isso com print das telas do sistema. Veja o que é primordial para você neste quesito.

SCORM

Em geral não há dificuldades aqui, basta apertar um botão e o pacote SCORM é gerado. Mas não custa testar se esse pacote roda bem no seu LMS.

Suporte

Acredito que ter um suporte acessível, preferencialmente em português, para tirar dúvidas é um grande diferencial na escolha da sua ferramenta de autoria.

 

Abaixo, os sites das empresas que citei aqui.

Se você gostou e quiser conversar com essas empresas é só me enviar um e-mail te ponho em contato com quem pode te ajudar.

Applique     Keeps     Talent Matching

Não conheço representantes comerciais no Brasil para o Adobe Captivate nem para o iSPRING…

 

Agora me conta: você conhece alguma dessas soluções? Já usou? Tem outras indicações?

 

3 Comentários


  1. Olá, Soani! Sem dúvida, dicas muito interessantes e valiosas para quem já trabalha com alguma ferramenta. Meu conhecimento é zero nessa área. Por mais que suas orientações sejam claras, nada como a prática, não? Você recomenda fazer algum curso – por exemplo, em Captivate? Vale a pena?
    Bjs
    Sol

    Responder

    1. Oi Sol!
      Só recomendaria fazer um curso de Captivate se você tivesse certeza de que vai trabalhar com ele; é um software que passa por atualização anualmente e cheio de detalhes… se fizer o curso e não aplicar, o risco de esquecer tudo em pouco tempo é grande.
      Se a curiosidade for grande, você pode baixar uma versão trial do Captivate e buscar tutoriais no youtube (temos pouca coisa em português, comece pelo canal da Fojool)… assim você vai se familiarizando com ele antes de fazer um investimento maior – tanto de dinheiro quanto de tempo e energia.
      Bjs

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *